Archive for the 'acontece' Category

biscoitinhos de natal

O blog está em clima de natal. E nada mais gostoso do que preparar a casa para comemorar o nascimento de Jesus Cristo e deixar a cozinha com aquele cheirinho de biscoito recém assado. Para isso, ganhei esses dias esse livro lindo aí do lado com mais de 50 receitas de biscoitos de natal (aquelas receitinhas alemãs suuuuuper gostosinhas!).

E por falar em biscoito alemão, poucos dias atráz estive em uma festa de natal alemã no meu ex-colégio em São Paulo e conheci a bolacharia Oma Hedy, muito legal o trabalho deles, muito lindinho aliás! A própria Oma Hedy* que faz os deseinhos todos lindos e super delicados.

* Oma Hedy = Vovó Hedy

Uma idéia original são também as árvores de biscoitos, essas vêm em todos os formatos, tamanhos e modelos:

não dá pra encerrar sem pelo menos 1 receitinha né!? Faz aí e manda a foto pra eu poder fazer a galeria de natal aqui do blog!

ingredientes

  • 100 g de manteiga sem sal
  • 3/4 de xícara (chá) de açúcar
  • 1 ovo
  • 1/2 colher de essência de baunilha
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 1/2 colher (café) de sal
  • 1 colher de amêndoas moídas

modo de preparo

  1. Coloque todos os ingredientes em uma tigela e misture com as mãos até obter uma massa homogênea
  2. Caso queira fazer biscoitos de duas cores, divida a massa ao meio e acrescente uma colher de sopa de chocolate em pó a uma das metades
  3. Embrulhe em filme plástico e leve para descansar na geladeira por 40 minutos
  4. Polvilhe com farinha de trigo uma superfície de trabalho lisa e abra a massa com um rolo
  5. Corte os biscoitos com cortadores de sua preferência, acomode em assadeiras untadas e enfarinhadas e leve para assar em forno pré-aquecido, médio, por cerca de 20 minutos ou até que fiquem corados
Anúncios

bolinho de mandioca

Quase 1 mês longe do blog. Já estava com saudades. Foi um mês e tanto: emprego novo, gripe, falecimento familiar, ligamentos arrebentados, demissão. Pronto. Volto a ter tempo para o blog.

Para voltar com estilo, vamos com uma receita super gostosinha que eu peguei já faz um tempo no programa da Ana Maria Braga.

Coisa mais fácil de fazer esse bolinho, econômico e delicioso!

ingredientes

  • 2 mandiocas grandes
  • 300gr. de carne moída
  • 1 pitada de pimenta do reino
  • 1/2 cabeça de alho
  • 1/2 cebola pequena picada
  • 3 colheres de sopa de molho de tomate
  • 1 colher de sobremesa de manteiga
  • salsinha
  • sal
  • leite
  • farinha de rosca
  • óleo para fritar

modo de preparo

  1. cozinhe bem as mandiocas até que fiquem bem molinhas
  2. com um garfo, amasse-as até formar um purê sem pedaços (essa será a massa)
  3. em uma panela, refogue a carne com a manteiga cebola e alho
  4. adicione a carne a salsinha, o molho, sal e a pimenta do reino
  5. deixe cozinhar até que a carne não esteja mais muito molhada
  6. deixe esfriar
  7. unte a mão com manteiga
  8. pegue um pouco de massa e estique na palma da mão, coloque uma bolinha de carne no meio e enrole
  9. passe a bolinha no leite e em seguita na farinha
  10. frite até que fique bem dourado

pode servir com arroz branco que fica muito bom!!!

Festival gastronômico no Mercadão de SP

Novos pratos e descontos são atração para quem ficar na capital no feriadão.

Ficar na cidade de São Paulo neste feriadão pode não ser tão ruim. Principalmente para quem gosta de comer bem – sem ter de pagar um absurdo por isso. Um dos pontos turísticos de quem gosta de fazer passeios gastronômicos, o Mercadão da Cantareira (região central) é cheio de delícias. Para melhorar, até segunda-feira (15), acontece por lá o festival Caminhos e Sabores.

Para encerrar o treinamento de seus funcionários, 12 restaurantes e bares espalhados pelo mezanino e pelo térreo oferecem um cardápio especial – alguns com novos pratos, outros com descontos – aos clientes. E ainda dá para levar a receita para casa.

Por apenas R$ 3, por exemplo, dá para saborear o sanduíche de queijo Bela Baby, um dos hits do Hocca Bar há mais de 50 anos. Já entre as novidades, a que promete é o Bacalanche, que leva bacalhau desfiado, azeitonas, ervas finas e tomate picado no pão francês. Sai por R$ 14, na lanchonete Ponto 27.

Criado exclusivamente para este Festival, o Bacalanche é uma saborosa novidade. É feito com finíssimo bacalhau desfiado, temperado com ervas finas especiais e azeitonas verdes. Por R$ 14,00. Veja, na galeria a seguir algumas delícias do evento.

Do segundo piso, é possível experimentar ainda as guloseimas das casas Raffoul, Terra de Santa Cruz, Sala Vip, Mortadela Brasil, Brasileirinho, Elídio Bar e Japa Loko. Já no térreo, os participantes são Salada Paulistana, Pastelaria da Gigia e lanchonete Torre Du Kebbab.

texto do entretenimento.r7.com

Marmita

emprego novo, vida nova, relógio biológico antigo.

Caracas, acordar as 5 da manhã pra ir trabalhar não é fácil!!! Aos poucos vou me acostumando, mas preparar marmita antes de dormir, tomar café no caminho pro serviço… doidera! Ainda bem que o ambiente de trabalho é bom e o serviço é muito legal! E claro, quando chego no final da tarde em casa eu chego muito, muito cansada e não tenho pique nem para atualizar o blog!

Lógico que tenho que levar esse assunto pro lado alimentício, aqui no blog não poderia ser diferente. Pensando no dia inteiro que passo na empresa (eu e mais 100000000 trabalhadores por aí), um dos momentos mais importantes no trabalho é o horário de almoço, onde vamos nos alimentar pra dar pique pra trabalhar o dia todo, essa refeição tem que ser bem pensada, porque tem que sustentar a tarde toda. E preparar a marmita garante que vamos comer o que gostamos de maneira econômica.

Levar marmita para o trabalho, além de ser uma ótima opção para o bolso, é uma boa maneira de garantir uma alimentação saudável. Mas é preciso estar atento a algumas questões importantes que vão fazer toda a diferença entre uma boa refeição e uma possível indigestão, como, por exemplo, o tipo de recipiente em que se deve acondicionar a comida.

— É preciso ter atenção às marmitas feitas de plástico, pois, quando aquecidas, liberam uma substância chamada bisfenol A, que é tóxica ao organismo. O ideal é esquentar a comida em um prato, ou em recipiente de vidro — alerta a nutróloga ortomolecular Tamara Mazaracki.

Quanto ao cardápio, Tamara dá a dica:

— Carnes mal passadas nem pensar, pois a pessoa corre o risco de ter uma infecção. Leve legumes cozidos e frutas inteiras. Peixes e alimentos com maionese tendem a resistir menos fora da geladeira — explica a nutróloga. É importante separar alimentos crus, como saladas, dos cozidos, segundo Tamara. Frios, como presunto, resistem menos fora da geladeira do que os queijos. Se não for possível manter a marmita em um refrigerador, leve-a em uma bolsa térmica.

A nutricionista Luzia Giannini, do Conselho Regional de Nutricionistas, explica que a comida deve ser consumida no mesmo dia:

— Isso é fundamental para evitar intoxicações. Além disso, o recipiente precisa ser bem higienizado, antes e depois de receber os alimentos.

Confira os recipientes:

Plástico: é preciso ter cuidado ao esquentar marmitas de plástico, pois algumas contêm substâncias tóxicas, como o bisfenol A. Se essa for sua escolha, no momento de aquecer a comida, mude o recipiente.

Aluminínio: molhos à base de tomate, em contato com o material podem sofrer alteração no sabor, e podem causar reações alérgicas e problemas gastrointestinais. Além disso, não podem ir ao microondas.

Vidro: É o melhor recipiente para ir ao forno, seja convecional, ou de microondas.

noche de cocina argentina

Para matar as saudades dos meus anos na Argentina, nada como aproveitara noite com os amigos regada de bom vinho e os pratos que eu adorava lá. Como diz a Chris, uma noite de festa é juntar os amigos num dia que a gente acorda inspirado!

o ponto forte da noite aparentemente foi o molho chimichurri. É um molho bem gostosinho para comer com carnes. A pedidos, vai a receita:

ingredientes

  • 1/2 copo de óleo de cânola
  • 1/2 copo de vinagre de maçã
  • 1 colher de sopa de cebola bem picada
  • 1 colher de sopa de alho desidratado
  • 1 colher de sopa de orégano desidratado
  • 1 colher de sopa de salsinha desidratado
  • 1 colher de sopa de pimentão vermelho bem picado
  • 1 colher de chá de pimenta do reino
  • 1 colher de chá de sal

modo de preparo

  1. misture bem todos os ingredientes
  2. cubra o recipiente e deixe descansar

promoção Tramontina

Adoro promoções.. mesmo com o fato de eu nunca ganhar nada… mas vale arriscar né! Descobri hoje essa da Tramontina, vale a pena dar uma passadinha lá  e participar!

http://churrasco.tramontina.com.br


Consumo de sorvete cresce mais que arroz e feijão nos supermercados

Essa matéria é do blog do Estadão. Achei incrível. E eu me gabando que tenho feito compras tudo direitinho, comprando menos besteiras e mais alimentos saudáveis, inclusive legumes e verduras e de acordo com a matéria, a população vai no caminho inverso.

Consumidor vai além do arroz e feijão

O brasileiro está consumindo mais alimentos e itens de higiene e limpeza sofisticados. O gasto com produtos tidos como supérfluos cresce a um ritmo que chega a ser quase o dobro do registrado com itens básicos. Ganho de renda, emprego formal crescente, crédito farto e preços estáveis explicam o aumento de produtos no carrinho de compras. Os supermercados comemoram a tendência, pois obtêm maior lucro com esses itens.

Entre alimentos e artigos de higiene e limpeza considerados “não básicos”, como sorvete, fralda descartável e detergente líquido para roupas, por exemplo, o desembolso médio aumentou 19% no primeiro semestre em relação a igual período de 2009, aponta pesquisa da Kantar Worldpanel. Enquanto isso, o gasto médio com produtos básicos, como óleo, açúcar e sabão em pó, cresceu 10%.

Segundo a pesquisa, que visita semanalmente 8,2 mil domicílios em todo o País para avaliar o comportamento de compras de 65 produtos, dos quais 23 básicos e 42 não básicos, o movimento de sofisticação do consumo é generalizado. “Todo mundo está sofisticando o consumo, especialmente as camadas de menor renda”, afirma a diretora comercial da Kantar Worldpanel, Christine Pereira.

As classes D e E ampliaram em 23% as compras de itens supérfluos em valor no primeiro semestre na comparação com 2009, diz ela, enquanto os estratos A/B aumentaram a compra desses produtos em 17%. Na classe C, a alta foi de 19%. Já a expansão do gasto com produtos básicos foi de 10% para todas as classes no mesmo período. A pesquisa considera como classes A/B as famílias com renda média mensal entre R$ 2.012 e R$ 9.733, a classe C com rendimento médio de R$ 1.587 e as classes D/E com renda média mensal familiar de R$ 950.

“Não há mais grandes paredões de sacos de arroz nos supermercados como no passado”, diz o vice-presidente de Relações Corporativas do Grupo Pão de Açúcar, Hugo Bethlem. Ele confirma que, com o ingresso de cerca de 25 milhões de brasileiros na classe C, os consumidores passaram a buscar um cardápio mais diferenciado. Bethlem conta que a venda média na sua empresa cresceu nos últimos tempos tanto em número de itens quanto em valores absolutos.

O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Sussumu Honda, ressalta que o consumo de arroz e feijão não tem crescido no mesmo ritmo de outros alimentos industrializados. A economista do Santander Luiza Rodrigues explica que é normal que os produtos básicos não aumentem de forma acelerada quando há ganhos de rendimento. “A renda excedente tende a ser direcionada para outros setores do comércio”, diz ela.

A mudança de comportamento de consumo ocorreu porque no ano passado ambos tinham dívidas com pagamento em atraso. Por isso, a decisão do casal para começar uma nova vida foi zerar o placar das dívidas, economizando nas compras de supermercado. Quase um ano depois, Igor disse que o cenário é bem diferente: ele até pode se dar ao luxo de comprar itens supérfluos e ainda fazer uma poupança, sonhando com a casa própria. (Márcia de Chiara)


follow me

tá no freezer